topo_com_logotipo
issn: 2182-1364
Índice | Ler a revista | Número 01 | Ano 2010

Normas para os autores

riDH: revista interdisciplinar sobre o Desenvolvimento Humano

 

> riDH: revista interdisciplinar sobre o Desenvolvimento Humano é uma revista em formato electrónico, publicada pela Fundação Manuel Leão.

> riDH: revista interdisciplinar sobre o Desenvolvimento Humano
é de consulta livre e está disponível no endereço http://www.ridh.fmleao.pt.

> A riDH: revista interdisciplinar sobre o Desenvolvimento Humano aceita trabalhos para publicação (artigos) de qualquer área científica, desde que integrados no campo do desenvolvimento humano.

> As colaborações devem ser submetidas por e-mail para fmleao@mail.telepac.pt;

> Os artigos submetidos para publicação deverão ser enviados ao Director da riDH: revista interdisciplinar sobre o Desenvolvimento Humano. Com excepção dos artigos escritos “a convite”, todos os restantes trabalhos recebidos serão avaliados anonimamente por especialistas na área respectiva (peer-review). O Director remeterá o artigo, sob anonimato, para dois membros do Conselho Editorial, os quais emitirão um parecer acerca da aceitação ou não aceitação do artigo para publicação. A decisão de publicação terá por base estes pareceres, os quais serão dados a conhecer ao primeiro autor do artigo. Qualquer sugestão de alteração ao texto proposta pelos membros do Conselho Editorial será submetida, também, à consideração do primeiro autor do artigo. Não haverá devolução dos artigos não publicados.

> O(s) autor(es) deverá(ão) declarar, por escrito, que autoriza(m) a publicação do seu artigo na riDH: revista interdisciplinar sobre o Desenvolvimento Humano, em regime de exclusividade. A propriedade dos artigos passará, após a sua publicação, a pertencer à Fundação Manuel Leão. Os artigos publicados são da responsabilidade dos respectivos autores. Qualquer reprodução integral ou parcial dos artigos (excluindo-se citações breves) apenas pode ser efectuada após autorização escrita do Editor.

> Quando for o caso, deve indicar-se no quadro de que provas – de mestrado ou de doutoramento – ou em que projecto se integra o artigo, explicitando a respectiva inserção institucional e apoios recebidos para a sua realização. Os originais submetidos para publicação deverão ser dactilografados num processador de texto (Macintosh ou Windows). Os quadros, tabelas e figuras deverão ser sequencialmente ordenados em numeração árabe e devem ser referenciados através dessa  numeração no texto do artigo, por exemplo, “...na Figura 10...” e não “...na figura seguinte...”. A primeira página do texto original deverá iniciar-se com o título do artigo.

> Deverão anexar-se ao original duas folhas separadas, onde constem os seguintes elementos:
- Folha A: título do artigo; nome e enquadramento institucional do(s) autor(es), endereço completo (incluindo telefone, fax e e-mail) do autor responsável por toda a correspondência relacionada com o manuscrito;
- Folha B: título do artigo; resumo em português e inglês (com um máximo de 200 palavras cada resumo); palavras-chave (no máximo de quatro).

> As referências bibliográficas serão integradas no texto de acordo com o sistema autor-data. Em caso de citações textuais, acrescentar-se-á o número da página. Exemplos:

- Foster afirmou que “o desenvolvimento da educação…” (1992, 247). Contudo, Watson (1994) considera…
- Diversos autores (Housen, 1983; Parsons et al., 1987) ...
- Deve usar-se a partícula ‘e’ (e não ‘&’), por exemplo, …de acordo com Bechtel e Graham (1999)… ou (Lakoff e Johnson, 1980) .

> A Bibliografia, a incluir no final do texto, será organizada alfabeticamente e deverá obedecer ao formato dos exemplos seguintes:

Livro
Guichard, J., Huteau, M. (2001). Psychologie de l’orientation. Paris: Dunod.

Capítulo de livro
Shantz, C. (1983). Social cognition. In P. Mussen (Ed.), Handbook of child development (pp. 495-555). New York: Wiley.

Artigo
Verdasca, J.L. (2005). Análise de fluxos e produtividade escolar. Revista Portuguesa de Investigação Educacional, 4, 111-122.

Comunicação em reunião científica
Salmivalli, C., Voeten, M. (2002). Connections netween attitudes, group norms, and behavior in bullying situations. Comunicação apresentada na International Conference of the Society for Research on Aggression, Montreal, Canada. 

Dissertação não publicada
Baptista, I. (2005). Capacidade ética e desejo metafísico – uma interpelação à razão pedagógica. Dissertação de Doutoramento não publicada. Faculdade de Letras, Universidade do Porto.

Referências de artigos on-line
Ribeiro, M. (2000). O optimismo irrealista [Em linha]. Disponível em: http://www.lse.uk/publish/ sciam.htm. [Consultado em 06/09/2002.].

Para esclarecer os casos não considerados nestes exemplos, os autores deverão consultar as normas de publicação da APA - American Psychological Association, última versão.

 

| Ficha técnica | Índice | © 2011 Revista Interdisciplinar de Desenvolvimento Humano - Fundação Manuel Leão, 2010 |